Darth Otavinho
19 fevereiro 2011

No dia em que completamos 142 dis sob censura, Otavinho & Cia comemoram 9o anos de empresa. O sábado está ensolarado, então nada de grandes artigos, mas vale pontuar umas coisinhas:

1. Por que o jornal continua se intitulando “o maior do país” se o IVC já atestou que a Folha perdeu o posto? Amanhã vai ter Erramos?

2. Obrigado pela capa cafona no último linda do caderno especial. (abaixo)

.

Que sacada! Que puta produção!

.

3. Nos cadernos “especiais” tá cheio de menção à Folha ser a primeira disso, a primeira daquilo… enfim, fica claro que o céu e a terra não estariam aqui senão fosse pela família Frias. De nossa parte ficamos felizes por termos sido parte de outro pioneirismo do jornal: o primeiro processo de censura de um gigante de mídia brasileiro contra um blog independente. Com a cereja do bolo deles estarem querendo nos arrancar dinheiro por danos morais por conta de uma paródia.

.

4. Talvez o melhor do caderno dos 90 anos sejam os anúncios puxando o saco do jornal. A prática é comum no mercado, e rende bobagens ótimas como essa:

Publicitários são JÊnios da raça!

.

Falando sério: nossa crítica à Folha sempre foi política (e agora jurídica), mas sabemos que tem muita gente boa lá na Barão de Limeira, como Marlene e Mônica Bergamo, André Caramante, Laura Capriglione, Ricardo Feltrin, João Wainer, os grandes amigos do Agora SP e tantos outros que não vem ao caso nominar. E tem coisas de que gostamos no jornal, de verdade. O time de cartunistas é o campeão do Brasil desde sempre, a melhor coisa do jornal, com léguas de vantagem sobre qualquer outra; os horários de cinema, quando corretos, também são bastate úteis, e o sudoku é ótimo.

Mas, como diz o ditado, “o diabo mora nos detalhes” (e não só neles, no caso da Folha). É no Painel do Leitor de hoje da Folha que todo apartidarismo e independência do jornal se mostram com esplendor. São 8 cartas parabenizando a empresa pelos 90 anos: um leitor comum, o presidente da Associação Brasileira de Imprensa, o presidente da “CDI Comunicação Corporativa”, o presidente de uma entidade de construtoras, a empresária Cosette Alves, um secretário estadual do PSDB paulista, o presidente da Monsanto do Brasil e Lázaro Brandão, dono do Bradesco.

E, na última página do caderno especial, o seguinte anúncio:

Apartidarismo é isso aí

.

PARABÉNS FOLHA, VOCÊ NUNCA NOS DECEPCIONA!

UM ABRAÇO POR TRÁS DO PESSOAL DA FALHA PELOS 90 ANOS DO 2º MAIOR JORNAL DO PAÍS!

12 Comentários

  1. […] assume que apoiou a ditadura. Menos mal TweetComo eu não tive saco de ler os dois cadernos especiais inteiros da Folha sobre seus 90 anos, não tinha visto isso, mas alguns leitores me avisaram e […]

  2. Remindo Sauim
    21/02/2011

    Quer dizer que a água de São Paulo também não é transparente. O Alckimim se enredou nesta!!!

  3. Ian
    21/02/2011

    Ricardo 21/02/2011
    Parabéns à Folha um grande jornal do qual me orgulho de ser assinante e leitor. Jornalismo sério, independente e de enorme importância no país.
    ____________________________________________________________

    Parabéns à Folha um pequeno jornal do qual ja cancelei minha assinatura. Jornalismo ridiculo, burocrata, e babador de ovo dos próprios superiores e que se f*** o Brasil (by otavinho)

    Alguém mais só conseguiu ler assim?

  4. Helio
    21/02/2011

    Realmente a Folha está de parabéns por não trilhar o caminho mais fácil do jornalismo adesista e sem conteúdo como muitos blogs, revistas e jornais que circulam por aí. Folha ao se deparar com dinheiro na cueca, land rovers, mensalões, licitações do lixo por 20 anos e coisinhas do tipo….DENUNCIE….ESTE É O VERDADEIRO JORNALISMO.

  5. Ricardo
    21/02/2011

    Parabéns à Folha um grande jornal do qual me orgulho de ser assinante e leitor. Jornalismo sério, independente e de enorme importância no país.

  6. Carol Anntunes
    21/02/2011

    Meninos cuidado, a Folha agora é uma senhora de 90 anos, não a critiquem, pois ela pode acionar o Estatuto do Idoso….kkkkkkkkkkkkkk
    Brincadeirinha pra manter o humor do blog, que as vezes fica azedo!!!!!!!!!

  7. A manipulação da mídia e a pior que de muitos governos.

  8. Gabriela Fernanda
    20/02/2011

    O diabo está mesmo nos detalhes. A capa é uma mensagem subliminar da saudade da Folha do tempo em que a república café-com-leite mandava e desmandava no Brasil !!!

  9. Bruno Rabelo
    20/02/2011

    A democracia sempre é a principal conquista de uma sociedade
    Meios de comunicação: indispensáveis na divulgação da verdade
    Quando um jornal completa 90 anos, temos que sim comemorar
    Não pela empresa em si, mas pela contribuição que se pôde dar

    Criado pela família Mesquita, o 1º nome foi “Folha da Noite”
    Depois modernizada por Nabantino, que assumiu o controle
    E logo tratou de apaziguar picuinha de Matarazzo e Chatô
    Trazendo como trunfo a imparcialidade política para o leitor

    Com o crescimento da publicação, o que era 1 jornal virou 3
    Folhas da Manhã, Tarde e Noite: para todo tipo de freguês
    Já em 1960, o que estava plural, transformou-se singular
    Antes “Folhas”, agora Folha de São Paulo, nome a vigorar

    Em 1964, com grande expressão, teve seu primeiro pecado
    Ao lado dos militares, apoiou no Brasil o golpe de estado
    Por covardia, aceitou a submissão, vergonha, boca fechada
    Já outros veículos não admitiram suas páginas censuradas

    Mas a Folha se redimiu: papel importante nas Diretas Já
    No Impeachment, Mensalão e outros casos a considerar
    Não é por acaso, há tempos, um dos grandes da informação
    Muito mérito no passado e, certamente, nas páginas que virão

    http://noticiaemverso.com
    twitter: @noticiaemverso

  10. 19/02/2011

    A Folha sempre inovando: new jornalism no estilo bajulação!

  11. […] This post was mentioned on Twitter by Walter Hupsel, Pedro S Carneiro, Damma de Copas, Brochuras, pedromoraes and others. pedromoraes said: RT @Hupsel: Quem ganha é você, leitor! 😛 RT @linobocchini FALHA homenageia os 90 anos da FOLHA http://tinyurl.com/4tvw2qs […]

Deixe seu comentário

"Tratar o humor como ilícito, no fim das contas, é a mesma coisa que censura"

Tais Gasparian, advogada da Folha que assina o processo de censura à Falha, sobre a ação que a atriz Juliana Paes moveu contra José Simão em 2009. Dois pesos, duas medidas...

Licença Creative Commons