Darth Otavinho
8 outubro 2010

Os advogados da Folha estão afirmando em entrevistas por aí que a intenção do jornal não era tirar o site do ar, e sim apenas impedir o tal uso indevido da marca. Sendo assim, essa liminar pro Registro.br (órgão que emite e gerencia todos os domínios terminados em .br), mandando cassar o domínio falhadespaulo.com.br direto na fonte a mando da Folha deve ter sido um mal entendido…

1 Comentário

  1. […] a proibição imposta pela liminar é a de “uso indevido da marca”. E há também uma segunda liminar emitida a pedido do jornal, essa contra o Registro.br (que gerencia de todos os endereços […]

Deixe seu comentário

"Tratar o humor como ilícito, no fim das contas, é a mesma coisa que censura"

Tais Gasparian, advogada da Folha que assina o processo de censura à Falha, sobre a ação que a atriz Juliana Paes moveu contra José Simão em 2009. Dois pesos, duas medidas...

Licença Creative Commons